FANDOM


Poison Ivy vem criando diversas plantas desde o início da série.

Veja uma lista breve de todas as plantas que Ivy criou ao longo da série.

Franken dá sua vida para proteger Poison Ivy, inclusive pular em pessoas, e até latir, como se fosse um cachorro bravo.

AparênciaEditar

Tem folhas verde claro nas suas "pernas", tem espécies de olhos de folhas mais escuro, além de espécies de bigodes verde-folha comum. Tem um rabo na mesma cor de seus pés e tem um vaso nas suas costas. Além disso, tem duas espécies de antenas verde bem escuro.

RelaçõesEditar

Poison IvyEditar

Franken ivy

Franken acariciando Hera

Franken dá sua vida para proteger Poison Ivy, assim como Hera protege ele. Ele gosta muito de sua dona, e vive trocando gestos amorosos com ela, do mesmo jeito que um gato ou um cachorro.

EstelarEditar

Steve estelar

Franken atacando Estelar enquanto Hera tentava salvar-lhe.

Franken só teve um contato com Estelar, e neste primeiro contato, Franken atacou ela, pelo fato de ter esbarrado em Hera por acaso. Hera conseguiu afastar Franken dela, mas depois que Franken bagunçou todo o cabelo de Estelar.


SteveEditar

Steve franke

Franken atacando Steve.

Franken atacou Steve porque ele não trouxe o copo de leite como Hera queria. Ele trouxe leite semi-desnatado, más Hera queria leite completamente desnatado.



Mulher MaravilhaEditar

Franke wonder

Wondy tentando parar Franke, este estava atacando Steve.

Wondy simplesmente defendeu Steve de Franken.





KatanaEditar

Katanatack

Katana podando Franken

No final de "Franken-Ivy", Katana podou ele, fazendo com que não fosse capaz de atacar novamente. Hera que pediu para Katana fazer isso.




Harley, Batgirl, Safira, Shiva e MutanoEditar

Atacksteven

Katana, Harley, Batgirl, Sfira, Shiva e Mutano prestes a atacar Franken

Bat pretendia atacar pó industrial contra pragas, Shiva e Harley pretendiam atacar com o que tinha, Sapphire iria atacar com seus poderes de lanterna lilás, e Mutano virou um pulgão para encher a paciência de Franken. No final, a Katana foi a única real heroína.