FANDOM


Página principal

Wonder Woman (Mulher Maravilha, no Cartoon Network) ou Wondy é uma personagem principal na série DC Super Hero Girls, na qual ela é a líder principal do grupo de amigas. Ela as ajuda as guiando na vida escolar e tem a missão para tornar o mundo um lugar melhor e mais seguro para todos.

Descrição OficialEditar

A LíderEditar

"Wondy" (como as amigas a chamam) foi criada na paradisíaca Ilha de Temiscira, um lugar repleto de mulheres guerreiras. Líder nata, a missão dela é fazer do mundo um lugar melhor e mais seguro. Felizmente para o povo de Metrópolis, ela chegou na hora certa.

Super Poderes e Super EquipamentosEditar

  • Ela é super forte
  • Voa
  • É quase invencível
  • É muito atlética
  • Laço mágico que força qualquer um a dizer a verdade
  • Escudos de alta tecnologia
  • Braceletes que desviam balas

Braceletes à Prova de BalasEditar

Os braceletes à prova de balas da Wondy não são só bonitos. Também são úteis para enfrentar vilões.

Laço da VerdadeEditar

A mentira não resiste ao Laço da Verdade da Wonder Woman! Com ele, todos são obrigados a dizer a verdade.

EscudoEditar

O escudo dela é feito de aço temiscirano e, com as melhorias feitas pela Batgirl, ficou ainda mais poderoso!

AparênciaEditar

Wonder Woman tem o cabelo longo azul escuro, pele clara e olhos azuis. Ela usa uma tiara de ouro com uma estrela vermelha sobre ela, um top vermelho com um grande "W" dourado em torno do pescoço e calças jeans skinny com estrelas brancas nas laterais e um laço amarrado em sua cintura.

HistóriaEditar

OriginalEditar

A Ilha Paraíso era habitada pelas antigas amazonas da mitologia, e não havia homens na ilha. Supostamente a Mulher-Maravilha veio ao mundo na Ilha Paraíso como uma estátua de menina criada por Hipólita (Rainha das Amazonas). Tão apaixonada por sua escultura, a Rainha pediu aos Deuses que dessem vida a figura, e foi atendida (semelhante ao mito grego de Pigmaleão). Mas em publicações recentes foi revelado que na verdade ela é filha biológica de Hipólita com Zeus,Deus do Céu. Recebeu o nome de Diana. Junto com a vida, ela foi apresentada pela maioria dos Deuses do Olímpo, como Atena, que lhe deu a sabedoria; Hermes, lhe deu a velocidade; de Deméter ganhou a força e poder; de Afrodite, enorme beleza e coração amoroso; dos gêmeos Ártemis e Apolo, ganhou os olhos de caçadora, a compreensão das feras e a capacidade de cura acelerada; de Héstia, recebeu a afinidade com o fogo para que os corações se abrissem para ela; de Hefesto, ganhou a imunidade ao fogo, seus braceletes e seu laço mágico; do seu tio Poseidon, ganhou a destreza no nado e de seu pai Zeus,(apesar de que haja discordância sobre que seja realmente seu pai) ela recebeu a herança de semi-deusa e a capacidade de voo. Quando Diana estava adulta, Steve Trevor, piloto da Força Aérea americana colidiu com seu avião na Ilha Paraíso. A Rainha Hipólita decretou que a amazona que vencesse diversas provas entre elas teria a incumbência de levar Steve de volta aos Estados Unidos, e se tornaria uma campeã em nome das amazonas em território americano. Proibida de participar por sua mãe, Diana se disfarçou e ganhou o contesto, que incluía lutas armadas sobre kangoos (espécies de canguru nativos da Ilha Paraíso), competição de corrida, e aparar balas com seus braceletes. A Mulher-Maravilha adotou a identidade secreta de Diana Prince, uma enfermeira da Força Aérea americana. Era apaixonada por Steve Trevor. Nesta versão ela não voava realmente (planava em correntes de ar) e usava um rádio de ondas telepáticas. Na história publicada em Sensation Comics #1, janeiro de 1942, havia uma enfermeira de nome Diana Prince, a qual a Mulher-Maravilha ajudou. Esta Diana aceitou deixar que a super-heroína, que desejava ficar do lado do paciente Steve Trevor, assumisse sua identidade enquanto ela partiu para junto de um soldado namorado seu, que estava na América do Sul. Uma das personagens coadjuvantes de maior sucesso era a gordinha Etta Candy, uma das fãs da Mulher-Maravilha denominadas "Garotas Hollyday" (conforme tradução para o português na revista brasileira "Coleção DC 70 anos #3", da Editora Panini, julho de 2008). Como oponentes, a Mulher-Maravilha tinha diversos vilões clássicos da Era de Ouro dos Quadrinhos: Maligna (originária de Saturno), Giganta, Mulher-Leopardo, Rainha Clea (da Atlântida), Doutora Veneno, a sacerdotisa Zara), algumas reformuladas na Era de Prata e que continuam aparecendo nas histórias modernas.

DC Super Hero Girls Editar

Ela, junto de Supergirl, Batgirl, Katana, Harley Quinn, Poison Ivy e Bumblebee são as protagonistas da série.

1ª TemporadaEditar

Em "Tudo Sobre a Super Hero High", ela começa a frequentar a escola Super Hero High. Após um tour pela escola dirigido por Bumblebee, ela conhece sua colega de quarto, Harley Quinn, que já prega uma pegadinha nela. Por um curto período, ela não gostou dela, mas viraram melhores amigas.

Um tempo depois, Wonder Woman foi para sua aula de voo, sendo sabotada por Cheetah, a maior rival dela.

Quando foi fazer o seu supertraje, ela revelou que desenhar roupas não era seu forte, tendo a ajuda de Harley Quinn, Katana e Bumblebee.

Quando Harley faz um vídeo com cenas humilhantes de suas amigas, ela faz as outras sorrirem do vídeo.

Em reportagens para a heroína do mês, ela dava seu depoimento sobre a determinada superheroína com o cargo de heroína do mês.

Quando ela faz um teste do seu supertraje, ele falha quando o alarme de emergência toca, sendo reprovado por Wonder Woman, que decide ser ela mesma para criar seu supertraje.

No teste de arma-economia, ela novamente é sabotada por Cheetah, que faz com que o Laço da Verdade dela enrolasse o Sr. Fox, fazendo ele falar somente a verdade. Quando ela o desenrola, ele a coloca na detenção.

Quando chega o dia dela apresentar seu supertraje, o alarme de emergência toca. A ametista localizada no topo da escola estava caindo. Cheetah havia sabotado o propulsor à jato do Sr. Fox para salvar ele e ser a Heroína do Mês, mas é descoberta por Wonder Woman quando ela a enrola no seu chicote da verdade, e ela fala sobre seus planos contra Wonder Woman, e vai para a detenção.

Mais tarde, é concedido a ela o título de Heroína do Mês.